segunda-feira, 6 de junho de 2011

CHUVA DE LÁGRIMAS




Não sei porque, não consigo entender.
Quando a tristeza chega, faz meu coração doer...
Sinto-me igual um dia sem sol..
Parece que ira desabar um temporal.
Os meus pensamentos, confundem-se com uma ventania.
Fazendo virar noite, o dia.....
Igual aos relâmpagos e trovões,
Faz soar em minha alma, muitas recordações.
Olhando pela vidraça da janela,
Vejo a chuva cair...
Sinto-me olhando em um espelho...
Percebo meu rosto molhado, pelas lágrimas que rolam dos meus olhos.
Agora entendo, tudo isso é saudades...
Saudades, que se mistura com a realidade...
A chuva de lágrimas, somente irá cessar quando a saudades passar.
Quando você voltar...
O sol novamente brilhará...
A chuva de lágrimas, nunca mais cairá....

Pensamentos PRECIOSA MARIA

Poema republicado

6 comentários:

  1. o poema é lindo, apesar de tão triste, amiga. Que tudo fique bem pra vc, que se matem as saudades sentidas.

    boa semana

    ResponderExcluir
  2. Preciosa!

    Que tristeza é esta que invade a tua Alma?
    Ele volta! A tua Esperança é que está desnivelada.
    Pensa bem. Alguma vez acabaste sozinha?
    Ele, sempre, está contigo.
    Belos pensamentos

    Beijo

    SOL da Esteva

    ResponderExcluir
  3. Não alimente a tristeza, agarre a esperança! Poesia muito bonita, mesmo com a melancolia nas entrelinhas.Abração.

    ResponderExcluir
  4. Melancolia em forma de poesia,que lacrimeja em cada verso as dores terriveis da saudade que sempre vem visitar e querer fazer morada.Paz e luz amiga.Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Apesar de triste um lindo poema! e amanhã o sol brilhará...
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Preciosa Maria vim aqui te ver..te fazer uma visita....que poesia linda,profunda feita de saudades...saudade doi mesmo,quando aperta o peito da gente.
    Uma boa noite para voce querida com muita paz e tudo de bom..
    muitos beijos
    titi

    ResponderExcluir