domingo, 1 de maio de 2011

QUEM ME DERA....



Gostaria eu, de ser um pássaro

Voar alto

Sem pressa de chegar.

Mas quando chegar

Encontrar o ninho, a me esperar

Ninho esse, que seria seus braços

Onde eu encontraria o aconchego

Sentiria em meu rosto seu beijos

Perceberia o carinho de suas mãos

Alisando meus cabelos

Que falta, me faz você...

Quantas coisas deixei de dizer-te

Deveria eu, nunca parar de falar

"Te amo"...

Agora és só saudade

Quem me dera

Voar alto, alcançar a estrela que mais brilha

Te-la em minhas mãos

Beija-la

Abraça-la

Nunca mais deixar de dizer

"Te amo"

Que falta tu me faz

"MAMÃE.....


Fatos....PRECIOSA MARIA





17 comentários:

  1. Ah, esta saudade que não nos abandona e nem queremos.Este ser iluminado que sempre sentimos sua luz e presença.Dói sim,mas não arde pela felicidade que se vive nas belas lembranças.Um abraço na paz amiga e que Deus nos proteja e ilumine sempre no conforto de seus braços.

    ResponderExcluir
  2. Uma linda homenagem, parabéns pelos lindo versos.Beijos

    ResponderExcluir
  3. Singela e meiga a homenagem feita à mãe. Lindo texto!

    ResponderExcluir
  4. Preciosa,
    Se há ligações eternas, uma delas é a que temos com a mãe. Creio mesmo que essa ligação é dos segredos mais incríveis da criação.

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  5. Preciosa,
    linda homenagem a sua mãe, mas creia que ela está mais perto de você, alisando seus cabelos, ouvindo suas palavras do que você pode imaginar...
    Bjs,
    Suzana Drummond

    ResponderExcluir
  6. Único amor, total e incondicional.

    Mãe é pra sempre.


    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  7. Maria.. que belíssima homenagem.. certamente é uma falta imensa em nossa vida..
    Obrigada pelo carinho de sua visita e aqui estou a lhe acompanhar também [:)]
    Beijoquinhas super em seu coração..
    Verinha

    ResponderExcluir
  8. Olá, Preciosa!

    Estou voltando, devagarinho, tentando não abusar.

    Lindo poema, a ilustrar muito bem as dúvidas e angústia que sempre nos assaltam, se em vida teríamos dito àqueles que nos amavam tudo o que haveria para dizer.E, quase sempre achamos, ainda que tudo tenhamos feito e dito, que algo ficou por fazer e dizer...

    Beijinhos;sabe bem aqui voltar.

    Vitor

    ResponderExcluir
  9. Lindo... A mãe sempre nos faz falta...
    sempre.

    beijos amiga... obrigada pela visita

    ResponderExcluir
  10. Linda e terna recordação,claro que a mamãe sempre fará falta. Beijos e parabéns pela homenagem.

    ResponderExcluir
  11. Amiguinha, lindo poema....

    Bjkinhas

    ResponderExcluir
  12. Pra tbem uma linda quinta - feira.
    Com muita luz e armonia.

    Adoro suas visitas, me traz felicidade.

    beijos com muito carinho

    ResponderExcluir
  13. Olá, Preciosa Maria, seje sempre bem-vinda em meu blog, sua visita me traz alegria, linda homenagem a mãe, mãe é eternamente mãe, mãe é farol, leme é tudo... bjs de muita luz

    ResponderExcluir
  14. Vim retribuir-lhe a gentil visita ao meu blog e me deparei com o emocionante depoimento de sua filha. Parabéns, Preciosa, por elevar-se à altura de seu nome, pela sua atitude perante e a vida e pelo lindo blog.
    Bjos

    ResponderExcluir
  15. Sensacional o seu texto. Adorei. Seu site está maravilhoso. E porque não dizer formidável, aconchegante. Voltarei muitas vezes. Pretendo ser mais assíduo. Gosto de blogs inteligentes. Hiper abraço, João.
    Muito obrigado pela visita ao meu site. E pelos coments. Adorei.

    ResponderExcluir
  16. Lindos textos ! Fiquei encantada com seu espaço ! Retribuo sua visita e sigo-te ! Aguardo sempre sua presença no Piruetas. Com muito carinho, um abraço, Fabiola.

    ResponderExcluir
  17. fecho os olhos e sinto a presença e a figura de sua mãe....seu sorriso, simplicidade e simpatia.

    abraços..AMIGA.

    ResponderExcluir