terça-feira, 21 de setembro de 2010

ROSAS DE TODAS AS CORES


Vermelhas, amarelas, brancas, cor de rosa....
Seja qual cor for...
Juntas formam um buquê.
Lembram amor união..lembram paixão.
Momentos marcantes.
Inesquecível,
Românticos, deixando o coração saltando de emoção.
Lembram vida, nascimento, despedida, boas vindas......
Seu perfume inala, esperança e sedução. Rosas são sempre bem vindas...
Seja qual momentos for..
Elas sempre significa.
Muito amor no coração.
Elas enfeitam jardins, vasos e também festas.
Aniversários, casamentos e também separações.
Um botão e suficiente.
Para me encher de emoção

Eu as guardo, quando seca.
em páginas de cadernos de recordação.
Mas o lugar predilecto é dentro do coração.
Porque cada pétala pra mim significa paixão....

Pensamentos...
PRECIOSA MARIA..........

14 comentários:

  1. Flores são um bom presente para que se ama, mas com um fica melhor ainda...

    Fique com Deus, menina Preciosa Maria.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. São todas lindas!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. E eu vou guardar elas em meu coração.

    Obrigada por ter compartilhado comigo a homenagem que fiz ontem para meu filho.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  4. Oi Maria, flores são real mente bem vindas
    E eu gosto muito de flores Quem não gosta ne.
    Lindo o Pensamento

    Uma ótima tarde pra você bjs.

    ResponderExcluir
  5. Muito lindo a poesia...

    Bjos♥

    Nina

    ResponderExcluir
  6. Receba todas elas com prova de carinho e gratidão pelo carinho demonstrado sempre na minha pagina.Meu abraço de paz. Lindo pensar e viver como flores.

    ResponderExcluir
  7. ROSAS
    Jose Carlos Barroso
    27 de novembro de 2008

    Rosas que não são
    Talvez vermelhas pelo coração
    Quando apreciadas ou ofertadas
    A uma terna e grande paixão


    Rosas ou vermelhas
    Não são as cores que importam
    Nos são caras pela emoção
    Preferidas pela representação

    Observem-nas ainda botão
    Não são suas macias pétalas
    Os lábios carnudos duma paixão?

    Será que não são vermelhas
    Também as lágrimas do perdão

    Qual seria a cor do problema
    Ou das mágoas e das lástimas
    Seriam escuras como esse dilema?


    Acaso sabes a cor das minhas tristezas
    Porventura não seriam vermelhas
    Como o sangue das minhas impurezas?

    Ou seriam rosas todas as minhas saudades?
    O que eu sei que é que flores não seriam
    Porque doem e não são elas, a sua representação.

    Obrigado Maria por sua visita, gostei imensamente da forma como escreves. Parabéns e estou te seguindo. Aí vai com carinho para você as minhas flores.

    ResponderExcluir
  8. Olá Preciosa, que blog mais delicioso. Sempre que entro só encontro pérolas cada vez mais Preciosas, seu dom e sua sensibilidade são Fantásticos, que Deus sempre te abençoe.
    Um grande abraço!
    Lú.

    ResponderExcluir
  9. Gracias amiga Precisa María, por quedarte entre mis versos de amor, de intentar que todos sepamos más querernos y dejarnos querer y poder darnos rosas de colores como las que tienes tú que son preciosas. Donde hay amor , hay delicadeza.
    Recibe mi tenura
    Sor.Cecilia

    ResponderExcluir
  10. receber flores sempre uma forma de carinho, as primeiras que recebi foram de um amigo, nos meus quinze anos, aquilo me surpreendeu tanto.
    até hoje amo recebe-las.
    beijo!

    ResponderExcluir
  11. Oi PRECIOSA...

    lINDO DEMAIS SEU POST...

    VOU GUARDÁ-LAS DENTRO DO MEU CORAÇÃO!

    BJOS E LINDO DIA!

    Zil

    ResponderExcluir
  12. Oi poetisa Preciosa.
    Elas são lindas e as cores mais ainda, e teu poema, mais ainda.
    Quero deixar um abraço afetuoso.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Olá Maria,
    as rosas são lindas, e citadas em teu poema
    se tornaram ainda mais especiais,com cores,
    amor, presentes e recordações.
    Parabéns pela inspiração!

    Beijos.

    Marion

    ResponderExcluir
  14. Olá Preciosa!

    Bonita descrição em forma de poesia do que é estarmos de bem connosco e com o mundo, nesse pequeno mundo que é o seu.É um hino ao amor este poema, e muito bem escrito.

    Beijinhos.
    Vitor

    ResponderExcluir